|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

Mês da mulher!
 


Março é o mês da mulher. Nesta data, é importante celebrarmos alguns dos nomes femininos que enriquecem nossa literatura, arte e política.

Também é válido, ao longo do mês, refletirmos sobre a violência que ainda persiste contra figuras femininas, principalmente as que não correspondem a um padrão que determina como uma mulher supostamente deveria ser.

Em Eh Pagu, Eh, conhecemos um pouco mais sobre a ex-militante Pagu; o curta Clandestina Felicidade é uma homenagem à grande escritora Clarice Lispector; em Amapô, vemos a história de Sandra, vítima de violência.

Aproveite para conhecer a plataforma Tamanduá com o episódio Lygia Bojunga, da série Impressões do Brasil!

Boa sessão!


Destaques
O filme conta um pouco da vida e da obra de Patrícia Galvão, a Pagu, que participou do Movimento Antropofágico. Jornalista, escritora e tradutora, foi presa durante a ditadura Vargas por ser militante do PCB.
Fragmentos de infância, descoberta do mundo pelo olhar curioso, perplexo e profundo da criança-escritora Clarice Lispector.

Através de uma história de vida o filme trata de questões relacionadas aos direitos humanos, como o direito à diferença. A vida da personagem é apresentada a partir de outros, a alteridade como lógica.
Elogiada pela crítica nacional e internacional, Lygia Bojunga, autora de 22 livros, é a primeira escritora fora do eixo Europa-Estados Unidos a receber a medalha hans cristian anderson.

Roleta
Tente a sua sorte e assista a um curta aleatório!