|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

Comentários
Por Longos Dias

Documentário | De Mauro Giuntini | 1998 | 13 min | DF

22 Comentários
Por Glads Abigail Moreira - Usuário | 06/06/2015

Texto mto bem escrito... Pudera! De Saramago não se espera menos...
Por Pedro Nunes - Usuário | 03/09/2013

Belo trabalho!
Por julio - Usuário | 05/03/2013

gostei demais desse curta
Por Gabriela Rizo Ferreira - Usuário | 28/01/2010

Adorei tanto a fotografia quanto o texto.
Por Sergio Tezini Molina - Usuário | 28/01/2010

"Por Longos Dias" é um curta que retrata muito bem a dura realidade do povo despossuído. Procura romper com a visão ideológica sobre o conflito do direito ao uso da terra e da "propriedade" privada. É um excelente meio para iniciar trabalhos de Sociologia e Filosofia, pois em poucas palavras - mesmo que se utilizando do sobrenatural - mostra a origem das desigualdades sociais, conforme relata Rousseau.
Por Ana Lúcia de Carvalho Pucciare - Usuário | 28/01/2010

Já conhecia o texto do José Saramago e achei genial o filme! Muito emocionante!
Por luiz eduardo portela - Usuário | 28/01/2010

estou escolhendo um filme para uma pesquisa sobre moral e etc
Por andrea dias vieira muniz - Usuário | 28/01/2010

Não só interessante, mas inteligente a forma que Deus, o Todo-Poderoso, o Criador, o Deus que enviou seu próprio Filho, foi colocado nesse filme.Isso nos faz pensar, nos faz ser mais críticos a esse mundo tão desigual, tão injusto, nao por culpa de Deus, mas do próprio homem que Ele criou; que Ele talvez gostaria de acreditar que valeu a pena criar, mesmo castigados, depois da desobediência.
Por Luiz Claudio Ferreira - Professor | 28/01/2010

temática interessante e visão diferenciada. parabéns
Por jeter cassemiro teixeira - Usuário | 28/01/2010

gostei do filme, pois mostra a realidade da luta dos sem-terra, mas a forma como ele fala de DEUS é sem temor e respeito!!!DEUS não se arrependeu e nem errou, o erro é do próprio homem

Páginas: 1 2 3