|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

Numa folha qualquer


Plano de Aula do Filme Aquarela | Animação | De André Koogan Breitman, Andrés Lieban | 2003 | 5 min | RJ


O que cada um de nós podemos colocar "numa folha qualquer"? A partir das nossas referências de mundo, o que nos rodeia poderá permear na produção de qualquer atividade nesse sentido, seja ela oral, escrita ou artística, dando um diagnóstico claro do momento que estamos vivendo agora. Para isso precisamos estar disponíveis e dar abertura para as crianças produzirem com leveza, assim como a música composta por Toquinho que nos inspira para o trabalho a seguir.

A proposta é refletir com os participantes sobre o ciclo da vida e as diferentes etapas nessa trajetória.





Objetivos

Estimular o poder criativo das crianças.

Identificar a partir de suas produções o sonho de cada participante.

Integrar a turma a partir dos trabalhos.

Desenvolver a coordenação motora, incentivar a disciplina e o pensamento criativo.

Conscientizar sobre as mudanças que o ser humano passa durante a vida.

Aproximar o professor das histórias dos seus alunos.


Situação Didática

Etapa 1:

Exibição do filme "Aquarela".

Posterior à exibição do filme, devemos propor para as crianças pensarem sobre o desenho e a música (reexibir o filme, em um volume mais baixo) para que eles tenham um tempo para pensar sobre ele.

(10 minutos)



Etapa 2:

Nesse momento, o professor poderá abrir uma "roda de conversa" e contar um pouco sobre a sua vida fazendo um paralelo com a letra da canção, destacando o momento que o compositor cita o futuro, relembrar e compartilhar com eles sua infância, a trajetória que ele percorreu até o momento atual. Esse também é um exercício muito produtivo para o professor, contribui para que ele mesmo reflita sobre suas conquistas, e com essa etapa poderá se tornar uma referência para quem o ouve, o objetivo central dessa atividade é de aproximar as crianças das suas próprias histórias e ajudá-las na compreensão das fases da vida.

(15 minutos)



Etapa 3:

Após a segunda etapa da proposta, colocar na roda de conversa um desafio para os participantes. A sugestão é que eles produzam uma linha do tempo (para facilitar o papel craft seria muito útil) colocando como eles estão hoje, as etapas que eles imaginam passar para conquistar o seu maior objetivo (que pode ser direcionado a partir da questão "o que você quer ser").

É importante que o professor disponibilize todo tipo de material para que a produção dessa linha do tempo seja criativa, podendo ser feita com cortes de revistas e jornais, lápis de cores variados, giz de cera, e principalmente, aquarela.

(30 minutos ou mais)



Etapa 4:

Em outro encontro com a turma, o professor pode direcionar uma conversa com todos os participantes, se eles sentirem-se a vontade, poderão compartilhar sua linha do tempo com os amigos da sala. É importante que o professor ouça com atenção, comente e agradeça a disponibilidade de cada um na execução do trabalho, principalmente, por ser um depoimento muito pessoal. Essa etapa também poderá ser considerada como uma avaliação.

(30 minutos)


Outra sugestão avaliativa, é que o professor espalhe palavras soltas da canção Aquarela, e peça para que cada criança escolha uma delas e pense no significado (o que eles entendem). O professor poderá compilar os significados que eles trouxeram ou pedir para que eles mesmos escrevam e entreguem. Para finalizar, o professor poderá unificar todos os significados e produzir um "Dicionário Pessoal da Turma", as definições desse ciclo serão surpreendentes.




Comentários

Para saber mais:

Site oficial Toquinho


Uma Rosa em minha mão - Toquinho


Dicionário de crianças colombianas surpreende adultos


Avaliação:

Roda de conversa, escuta ativa dos depoimentos dos participantes em sua linha do tempo.

Compilação das definições pessoais das palavras que correspondem a composição de Toquinho.


Referências bibliográficas:

NARANJO, Javier. Casa das Estrelas: O universo contado pelas crianças. Foz Editora, 2003.