|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

Conversando com a Literatura - Cordel

Filme Utilizado O Lobisomem e o Coronel | Animação | De Elvis K. Figueiredo, Ítalo Cajueiro | 2002 | 10 min | DF



Data da Experiência:23/10/2007

Disciplina(s): Artes , Língua Portuguesa , Literatura

Nível de ensino da turma*: Ensino Fundamental II

Faixa etária da turma*: de 10 a 14 anos

Nº de alunos que assitiram esta sessão:34

Autor do relato:Maria Lucia Gonçalves Torres

Instituição:SIMÃO ANGELO ESC DE ENS FUND E MÉDIO
| CE | PENAFORTE
| Estadual
Objetivos do uso do filme
Desenvolver a capacidade de reconhecer a poesia cordelista como parte da nossa literatura popular;
Reconhecer o valor da literatura popular na formação de leitores;
Formar leitores assíduos aos gêneros;
Diversificar a leitura estratégica do cotidiano;
Perceber e valorizar a cultura popular por meio da Literatura;
Sensibilizar e provocar no leitor a valorização da arte literária;
Resgatar e valorizar a poesia cordelista.

Sequência de atividades envolvendo o filme
Atividade de escrita e leitura do gênero poético- poesia cordel, com discussões de entendimento e elaboração de idéias compatíveis ao filme e ao assunto; Leitura de Cordel de poetas locais; Estudo bibliográfico de alguns poetas cordelistas; Elaboração de Cordel em sala de aula, coletivo; Construção de textos fiéis ao gênero trabalhado; Apresentação de gravuras e pinturas - xilogravuras- elaborados por alunos, bem como as trabalhadas nos textos; Pesquisa sobre a origem do Cordel, identificando a verdadeira importância para a nossa Literatura. Atividade com outros filmes:Morte e Vida Severina, com discussão do assunto e elaboração de textos reverenciando a importância do João Cabral de Melo Neto para a Literatura Popular Brasileira no mundo.

Comente os resultados da experiência
A participação dos alunos nas atividade foi excelente, desde o trabalho com imagens ao entendimento e valorização do gênero.Outro ponto importante foi o reconhecimento da valorização popular. Muitos relataram o conhecimento e gosto dos seus pais e avôs pela poesia do cordel, apresentando o paralelo dessas gerações, apontando as causas que hoje distanciam os alunos do cordel e as que atraiam os mais velhos.Houve inúmeros momentos lúdicos, incuindo as oficinas de arte, as atividades de leituras e encenação, e ainda os depoimentos de cordelistas e de pessoas que privilegiam a poesia.Em todos os momentos foi observado a emoção, a sensibilidade, a aceitação, o resgate e o valor da cultura popular expressa na arte dos que lidam com a palavra e reconhecem nela a utilidade de se comunicar em versos por meio da sua imaginação e do desejo de falar do mundo imaginário e real.