|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

A arte de negociar

Filme Utilizado Negócio Fechado | Ficção | De Rodrigo Costa | 2001 | 15 min |



Data da Experiência:05/11/2007

Disciplina(s): Geografia

Nível de ensino da turma*: Ensino Fundamental II

Faixa etária da turma*: de 10 a 14 anos

Nº de alunos que assitiram esta sessão:30

Autor do relato:Andrea Cristiane Pereira

Instituição:PAULO COLOMBO PEREIRA DE QUEIROZ, DES.
| SP | SAO PAULO
| Municipal
Objetivos do uso do filme
Mostar
aos alunos que apesar de vivermos em uma sociedade extremamente capitalista, que visa acima de tudo o lucro, ainda existe a arte, o prazer de negociar.

Sequência de atividades envolvendo o filme
Fizemos o rlatório escrito do filme, assim como a encenação de uma negociação e argumentação de compra e venda.

Comente os resultados da experiência
No iníco os alunos acharam graça, pois o filme relata uma situação na área rural e o meus alunos estão em área urbana. A trilha sonora e a fala das presonagens também chamou a atenção dos educandos. No decorrer no filme, fiz paradas para que discutíssemos o que estava acontecendo, tais como: na cena em que o compadre vai embora e o dono do lote de gado vai atras dele. Esse foi um momento cômico, mas eles entenderam que quem tivesse mais persuasão com o outro ganharia aquela negociação. Outra cena que chamou muito a atenção e deixou os alunos espantados foi o quando o negocio, que já estava fechado com o moço da cidade, foi desfeito. Paramos o filme e discutimos: por qual o motivo ele desfez o negócio? Alguns disseram que ele era um "burro", pois estava deixando de ganhar a maior grana pelo lote de gado; outos disseram que ele desfez o negócio por causa da comadre que iria brigar com ele por ter vendido o gado para o moço da cidade e não para o compadre; outros disseram que ele queria brincar na compra e venda do gado, queria ter prazer em fazer a negociação. Continuamos assistindo o filme. Os alunos que riram daqueles que falaram do prazer da venda viram que estavam errados e pediram para que exibir o filme novamente. Assim entenderam a arte da nogociação para aquele que não vive na alienação desse capitalismo que esta acabando com as relações entre os homens.