|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

crianças e infâncias

Filme Utilizado A Invenção da Infância | Documentário | De Liliana Sulzbach | 2000 | 26 min | RS



Data da Experiência:07/11/2008

Disciplina(s): Filosofia

Temas transversais: Cidadania , Diversidade , Ética , Pluralidade Cultural

Nível de ensino da turma*: Ensino Fundamental II

Faixa etária da turma*: de 10 a 14 anos

Nº de alunos que assitiram esta sessão:30

Autor do relato:ZILDA APARECIDA GODOY BIANCHIM

Instituição:PAULO FREIRE EMEF
| SP | AMERICANA
| Municipal
Objetivos do uso do filme
Provocar a reflexão sobre questões relacionadas ao ser criança e ao ter infância através da percepção dos fatores que impedem que as crianças na modernidade desfrutem do direito à infância;
identificar a existência de diferentes condições sociais e
culturais na sociedade brasileira e as suas conseqüências, bem como conduzir à ampliação cognitiva sobre o assunto e a compreensão
que o trabalho infantil e
a sobrecarga de compromissos são causadores do "furto do lúdico" na infância. Portanto, independente da classe social a que pertençam essas crianças, todas se igualam na pobreza da inexistência dessa experiência infantil que somente é proporcionada nesta fase da vida por meio da convivência no coletivo, na esfera pública, com os jogos, as brincadeiras, a construção da cultura infantil.

Sequência de atividades envolvendo o filme
Foi solicitado que os alunos discutissem em duplas e escrevessem sobre o que é ser criança e o que é ter infância na concepção deles. Depois de recolhido os textos, o filme foi assistido na sala de informática com o data show e terminada a exibição iniciamos a conversa. Como eu havia lido seus textos durante a apresentação do filme, pude provocar as discussões, embasada em suas percepções iniciais e desta maneira incentivá-los a reelaborarem oralmente essas idéias a partir das sensações incitadas pelo curta. Depois desta reflexão coletiva e oral, devolvi os textos que eles haviam produzido e solicitei que lessem e revissem o que haviam escrito e, se julgassem necessário, reformulassem ou ampliassem aquelas idéias de acordo com as reflexões feitas. Essa revisão foi feita na sala de informática, pois os alunos postaram suas opiniões no blog que mantenho com essa finalidade (www.horadaconversa.blogspot.com).

Comente os resultados da experiência
Penso que os resultados dessa experiência não se deram apenas no aspecto perceptível das sensações, ou seja, foi possivel verificar que alguns alunos sentiram a necessidade de reformular seus textos, abordando o tema de uma forma mais profunda. Além dessa constatação, fica difícil definir outras reações que a atividade provocou, pois são resultados subjetivos, de reelaboração de conceitos. Porém considero que o objetivo proposto de provocar um outro olhar, uma análise para além das aparências foi plenamente alcançado. Além disso foi uma atividade envolvente, onde não houve resistência alguma em participar.