|
Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Filmes
Filtrar por

O uso do curta metragem como instrumento facilitador de aprendizagem d

Filme Utilizado Memórias e Valores do Amazonas-Raimundo Parente | Documentário | De Alessandra Nascimento 1deiro, Estevão Ciavatta Pantoja | 2007 | 12 min |



Data da Experiência:02/09/2019

Nível de ensino da turma*: Educação de Jovens e Adultos

Faixa etária da turma*: acima de 18 anos

Nº de alunos que assitiram esta sessão:8

Autor do relato:Maria Divina Moreira dos Santo
Objetivos do uso do filme
O presente trabalho tem por objetivo refletir, segundo alguns conceitos teóricos, sobre a importância do uso do curta metragem na aula de inglês básico em uma turma de Proeja como instrumento facilitador da leitura em língua estrangeira. Como ilustração, trazemos ao leitor o relato de uma experiência pedagógica - aula de leitura de texto em inglês de nível begin, com uso do intertexto filme(22m) Nelson Sargento e discussão sobre o que representa o carnaval no Brasil, em virtude da proximidade do carnaval; as aulas foram nos dias 12/19 e 26/02 e 04/03 de 2009 no IFG campus Urutaí.

Sequência de atividades envolvendo o filme
1º Momento - Apreciação do documentário No primeiro momento explicamos aos alunos que iriam assistir a um documentário Nelson Sargento filme(22m) de Estêvão Pantoja e pedimos que observassem o seguinte roteiro: 1. Descrição das personagens (características físicas e psicológicas); 2. Descrição da paisagem; da música; 3. Tramas que circundam as relações entre as personagens (quais são os temas retratados, vividos pelo protagonista e demais personagens); 4. Vocabulário: palavras, gírias empregadas pelas personagens ao se comunicarem. Temas transversais discutidos a partir do audiovisual: 1. Do ponto de vista global: as questões sociais, culturais (ex. amizade, relacionamento familiar, vida de artista, contraste entre a vida real e o sonho da avenida, pobreza, turismo ); 2. Do ponto de vista cultural: a linguagem informal, a vida no morro, a vida no interior; o carnaval no Brasil; o samba, o chorinho, os ritmos do carnaval;

Comente os resultados da experiência
Essa unidade didática pretendeu trabalhar as habilidades de uma maneira integrada a partir da exploração combinada do vídeo e texto informativo, fazendo da aula um lugar onde os alunos pudessem falar espontaneamente, dialogar,opinar, ouvir em inglês ( leitura do texto feita por mim) e em português a fala do vídeo e dos colegas. Uso de linguagem de maneira significativa, real para responder aos questionamentos e reflexões propostas, além do uso do Laboratório de Internet e emprego de conhecimentos de informática básica. No dia a dia, os estudantes utilizam a língua de maneira efetiva, lêem, escutam, falam tomam nota sem preocupação com erros e acertos. Nessa unidade procuramos reproduzir o mesmo processo: ouvir, falar, ler e tomar nota. A respeito do vídeo, por exemplo, comentaram o que viram, o que observaram seguindo as orientações iniciais; argumentaram o que mais lhes chamou a atenção, no inicio mais timidamente, depois mais animadamente, falando ao mesmo tempo de acordo com a experiência de mundo de cada um. No inicio da exibição do filme, observamos uma espécie de esfriamento dos ânimos. Penso que esperavam um filme mais animado e divertido embora tivessem sido informados a respeito do vídeo de que se tratava de um documentário, e de que observassem bem devida à riqueza de detalhes que se pode abstrair da linguagem cinematográfica. O filme retrata um trecho da vida de um sambista do Morro da Mangueira no Rio e seu envolvimento com a escola de samba, amigos também sambistas, e o modo de vida da comunidade. Aproveitamos o vídeo para atividades de compreensão, interação, e exposição em torno da temática. Os alunos se viram envolvidos pelo modo de vida do morro, em alguns aspectos tão semelhantes ao próprio Modus vivendi, as condições sociais características do lugar, as expressões culturais e as tendências políticas.